Multiplicadores Fundação Estudar: As dicas de 5 vencedores do programa

Mais um ciclo do Programa Multiplicadores terminou e uma nova turma de jovens profissionais pôde se desenvolver e ajudar na causa da Fundação Estudar.

O projeto, que terá novas edições nos próximos meses, coloca os jovens participantes em um projeto real de vendas de cursos da organização. Nesse processo, eles são divididos em grupos que contam com um mentor, que já tem experiência no voluntariado, para orientar os menos experientes.

Toda edição, um grupo é celebrado como o vencedor da disputa de vendas. Nesta edição, não foi diferente. Os multiplicadores Maysa Morita, Luiza Pedrosa, Taise Freitas, Alexandre Silva e Miguel foram os grandes campeões, conversaram com o Na Prática e deram dicas para quem quer ir bem no programa.

Faça agora sua inscrição para próxima turma de Multiplicadores

5dicas para quem quer se destacar no Programa Multiplicadores Fundação Estudar

Maysa Morita, 24 anos

Para Maysa, a experiência no programa Multiplicadores foi muito importante para desenvolver habilidades de vendas e networking e até de organizações de eventos, já que, com seus colegas, ela preparou um evento no qual o público assistiu à masterclass de Carlos Brito, da Escola de Liderança.

Nessa jornada, a jovem explica que algo fundamental para obter resultados foi a organização. Ela diz que detalhar a rotina ao longo dos dias é a chave para aproveitar e se desenvolver ao longo do processo.

Taise Freitas, 26 anos

Na visão de Taise, o Multiplicadores cumpre sua missão de ensinar sobre vendas, “mas não só”. Para ela, o programa amplia a rede de contato das pessoas, permite o desevolvimento de jovens impactados pelos cursos vendidos e ajuda os participantes a evoluir a partir da busca por metas.

“O que eu faria se fizesse parte do próximo ciclo seria aproveitar a experiência para se conectar, tiirar dúvidas, participar de fato, para melhorar a comunicação”, indica a jovem.

Luiza Pedrosa, 23 anos

Já para Luiza, que estuda Direito, a oportunidade foi importante para aumentar a confiança ao negociar e conversar com as pessoas no trabalho.

Para ela, a principal dica para ir bem é se comprometer com o projeto, dedicando tempos especificos para realizar as tarefas – de modo que eles sejam inegociáveis.

Alexandre Silva, 25 anos

Alexandre, que é formado em administração, explicou em entrevista ao Na Prática que um dos maiores aprendizados durante o programa Multiplicadores foi o planejamento. Para ele, essa é a chave para conseguir bons leads interessados nos cursos.

Para ir bem no programa, Alexandre indica que os participantes tenham paciência atrelada a foco para cumprir as tarefas e entregar os resultados esperados.

Miguel, 20 anos

Por fim, Miguel explicou como a experiência no programa de voluntariado foi importante para que ele conseguisse o seu primeiro emprego. Ele diz que, para ir bem no programa e aproveitar os aprendizados e oportunidades, é preciso se “entregar” durante as semanas do projeto.

Deixe um comentário
Compartilhar

Posts recentes

9 profissões que vão desaparecer nos próximos anos

No mundo em constante evolução, várias profissões enfrentam desafios significativos que podem levar à sua…

2 horas a

Ram Charan: Um mestre da liderança e estratégia empresarial

No mundo dos negócios e da liderança, há figuras que se destacam como verdadeiros luminares,…

3 horas a

Daniel Goleman: Quem é o gênio da inteligência emocional?

Daniel Goleman é um nome que ressoa profundamente no mundo da psicologia e do desenvolvimento…

3 horas a

Henrique Dubugras: um bilionário brasileiro no Vale do Silício

Henrique Dubugras é um nome que ressoa no universo empreendedor como um exemplo notável de…

1 dia a

Conheça carreira de Rodrigo Vella, Líder Estudar e um dos principais advogados de direito societário no Brasil

Rodrigo Vella é considerado um dos principais advogados de Direito Societário no Brasil por várias…

3 dias a

Premiado internacionalmente, Wilian Cortopassi se dedica à pesquisa de soluções para doenças desafiadoras como câncer e malária

Ainda adolescente, Wilian Cortopassi decidiu que seu objetivo seria contribuir cientificamente para o tratamento do…

3 dias a